quarta-feira, 2 de setembro de 2015

ALMOÇANDO COM O VICE GOVERNADOR CAIROLI NA EXPOINTER


José Paulo Dornelles Cairoli
Engenheiro e empresário do setor primário, comércio e de serviços. Sua trajetória como gestor abrange um período de mais de 30 anos como executivo do grupo Ipiranga. Presidiu também, por mais de três anos, o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), construindo sua retomada. É proprietário da Reconquista Agropecuária, onde atua como agricultor e pecuarista há mais de 40 anos.
Será que Cairoli está sendo ouvido pelos setores do Governo?
Eu confio nesse homem que deu certo nos seus negócios.De maneira correta e honesta.

AINDA A GESSINGER NA EXPOINTER - A SORTE DAS GURIAS DO LENÇO PERFUMADO


Pois não é que um filho de uma fêmea nossa, que vendemos tempos atrás, a Gessinger 256, se tornou o RESERVADO DE GRANDE CAMPEÃO na raça Ile de France?
Acho que contribuiu a blusa que Maristela estava usando no julgamento. A blusa da CAVALGADA DO LENÇO PERFUMADO de Unistalda, que como  o nome diz, é um grupo de cavalarianas, exclusivamente  mulheres, de que Maristela faz parte .
Que fase, gurias de Unistalda!

PECUÁRIA GESSINGER NA EXPOINTER



Não tem como ser o Grande Campeão todos os anos, né mesmo?
Este ano ainda tivemos o azar que uma ovelha maravilhosa nossa , que estava sendo preparada o ano inteiro, perdeu seu cordeiro.Tentamos que ela fosse coberta de novo, mas não deu, de maneira que não a pudemos levar ( a categoria ovelha exige que o animal esteja prenhe ou com cria ao pé).
Mas nosso carneiro, filho de campeões, foi muito bem.

SEGUNDO LUGAR OVINO ADULTO.

É a Unistalda Campeira  mostrando seu valor para todo o Brasil.
Na foto, a proprietária da cabanha, Maristela Genro Gessinger

terça-feira, 1 de setembro de 2015

IMPEACHMENT DE DILMA

Recebi um texto, ao que consta ser a íntegra da petição do ex Procurador Bicudo, fundador do PT, em que pede o impeachment de Dilma..
A longa petição,  moldada em termos eruditos, que denotam excelente preparo jurídico, dá margem a convicção de que não é fake.
Por via das dúvidas, vou me abster de publicar a petição e esperar os desdobramentos.
Mas a ser  autêntica a inicial, é  bomba do ano.
Voltarei ao assunto.

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

DIA PROVEITOSO NA EXPOINTER




Cheguei de manhã cedito.
Passei a manhã visitando amigos meus criadores de todo o Brasil.
Como tem gente nova entrando na Pecuária de ponta!. Que bom para todos nós. De cidades de  que eu nunca tinha ouvido falar aparecem caprichosos expositores. A fila anda....
Depois almocei com vários executivos da Grande Porto Alegre, sentando à mesa dos Vice-Presidentes da Rede Pampa, Paulo Sérgio Pinto e Alexandre Gadret, na Casa da Pampa, onde sempre sou carinhosamente acolhido.
Dei entrevistas às Rádios Verdes Pampas e Itu de Santiago.
Depois me encontrei com os Marco Peixoto, pai e filho, para aqueles abraços fraternais. O Conselheiro está bem demais com a vida.
Finalmente o sensacional lançamento do mais recente livro do Paulo Nicola, com a presença de muita gente, inclusive do Secretário da Agricultura  Ernani Polo, meu querido amigo.
A Expointer é um lugar de confraternização .
A questão toda é saber se relacionar .

domingo, 30 de agosto de 2015

UNISTALDA - AINDA A CONVENÇÃO DO PMDB

Tive ontem uma belíssima conversa com o vice-governador Cairolli, que muito se admirou e se interessou pelo inusitado de uma convenção de um partido que não é o seu, chamar tantas pessoas proporcionalmente.
Cairolli é um gentleman, polido e extraordinariamente inteligente.
Então, lá vão mais umas fotos do evento.









sábado, 29 de agosto de 2015

UNISTALDA - CONVENÇÃO DO PMDB LOTOU DE GENTE

Foi uma grande festa cívica, com centenas de simpatizantes e filiados que acorreram à Sede da Associação dos Funcionários Municipais.  Faltaram cadeiras, que foram buscadas numa localidade vizinha, tamanho o afluxo de pessoas.
É o PMDB de tantas glórias, que governa o Estado e que tem um vice-presidente da República, pessoa culta e inatacável, mais forte do que nunca em Unistalda.












sexta-feira, 28 de agosto de 2015

CENAS DO COTIDIANO CAMPEIRO

Hoje estou dedicando essa post a mostrar as coisas triviais do dia a dia de uma fazenda.
As aves domésticas são uma bênção, pois exterminam pragas, insetos e ajudam na limpeza , além dos alimentos que proporcionam. E a horta é necessária.
Depois  fui visitar uma de nossas propriedades, a chamada Fazenda da Capela, ( hoje todas estão juntas, formando um todo).. Essa fazenda entesta com as estâncias da dra. Maira Wisintainer, do sr. Eliseu de Jesus, um dos destacados líderes da emancipação de Unistalda e de Edson de Jesus, também amigo cordial .
Nessa fazenda da Capela estou fazendo a reforma de  muitos alambrados. Não se pode descurar da conservação perfeita das cercas.Custa caro, muito caro, mas vale  pena.Nas minhas cercas tem que dar para tocar violão com os fios de arame, tão espichados que deve estar.
Meu tour terminou com uma visita ao sr. Edson, que estava lidando com os cordeiros.
Bela e centenária sede, com suas cercas de pedra bem conservadas.
Que coisa boa a " prosa" mantida com dona Lúcia e Edson.






quarta-feira, 26 de agosto de 2015

POR ONDE ANDARÃO AQUELAS DUAS GRINGUINHAS DO INTERIOR DE CAXIAS ?

 

Corria o ano de l965. Recém eu concluíra o primeiro ano de Direito na UFRGS, era dezembro e eu estava sem um vintém. O curso supletivo onde eu dava aulas não pagava nada durante as férias.
Foi quando meu  inseparável amigo Sulzbacher me avisou:
- tem vagas de auxiliar de pesquisador do IEPE . É um  americano que estuda as colônias italianas da Serra.
Pagavam bem e lá me fui numa Rural Willys com Mr. Erwin e mais três colegas, entre os quais o Sulzbacher. Mr. Erwin deixava cada um de nós  numa entrada de propriedade rural com um questionário e depois  nos recolhia. Numa noitinha ele decidiu nos distribuir  mais uma vez.
Coube-me uma propriedade  cuja casa ficava láááá em baixo, descendo uma montanha. Desci e a cachorrada me acuando. Apareceu um homem jovem, chapéu de palha e perguntou o que eu queria.
Expliquei-lhe e ele me convidou para passar para dentro.  Sala e cozinha eram conjugadas, não havia instalação elétrica. Sobre a grande mesa um enorme pão feito  em casa e um baita queijo. Perto do fogão a lenha vários embutidos pendurados.
Duas meninas fortes, altas, de uns 15 anos ,vestidas de camiseta, sem soutien, e calção desses de futebol, cabelos pretos, olhos azuis bem claros e pele queimada me olhavam quais duas corças.
Depois de responder ao questionário, que não quis assinar, o gringo, de seus 40 anos, me ofereceu um vinho de sua própria produção, com pão, queijo e salame. A esposa, ainda jovem, só observando.
Fomos conversando, ele perguntou pela minha família. Vibrou muito quando eu disse que um dos meus lados era de colonos. Ví um acordeão sobre um banco e falei que tocava violino. Para mostrar meu conhecimento de italiano cantei para eles " canzone per te". O gringo pegou a gaita e tocou várias canções italianas, algumas delas eu acompanhei, como " La Montanara" e " Santa Lucia".
A mãe das gurias disse que tinha gostado muito de mim e se eu quisesse voltar poderia. Ao que o gringo retrucou: e até tu pode escolher uma dessas gurias, são gêmeas. E dava risada, "tem que escolher uma só".
E as gurias espetavam o dedinho indicador no ar:
- escolhe eu!
- não, escolhe eu! dizia a outra.
Enquanto isso Mr. Erwin já tinha recolhido meus outros colegas e buzinava insistentemente, lá  na entrada da propriedae, que distava uns mil metros. Claro que não ouvi.
E dê-lhe vinho!
Mr. Erwin mandou o Sulzbacher me buscar.
Quando a cachorrada o anunciou o gringo gritou:
- chegou o outro  noivo de uma das filhas!
O gringo insistiu e meu amigo também começou a beber vinho.
A noite ia avançando, veio o outro colega, até que Mr. Erwin também chegou enfurecido e nos levou por diante de volta para a maldita rural willys.
As gurias nos fizeram prometer que em seguida a gente voltaria.
A esposa do gringo estava com os olhos úmidos.
as duas meninas de mãozinhas ficaram acenando, tendo ao fundo um lampeão.
Se voltei lá?
Não deu tempo....
De novo.

terça-feira, 25 de agosto de 2015

A GESSINGER JÁ ESTÁ EM ESTEIO

Cheguei hoje cedo ao Parque de Exposições da Expointer para ver como estavam nossos animais e como iam as coisas.
Bastante movimentação para  instalação dos estandes, mas creio que hoje, terça-feira,  nem 20% dos animais estão lá. Acredito que houve uma tendência dos expositores de esperarem para os últimos dias, por causa do stress e das despesas.
Afora isso, consta que o número de animais será menor que no ano passado.
Da nossa região de Unistalda e Santiago algumas defecções de expositores que este ano não vêm.
Também este ano quem vai cuidar meus bichos será o Seu Adão, com enorme currículo de grandes prêmios, para quem a Gessinger terceirizou a preparação, a seleção e apresentação de nossos ovinos.
Ficou o Luiz César cuidando dos nossos equinos, do gado e dos touros, lá na estância.