quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

SANTIAGUENSE PAULO NICOLA BOMBANDO EM SÃO PAULO COM SUA OBRA



Recebi mail de Paulo Nicola,cujo livro sobre Economia Rural faz sucesso em todo o Brasil


Aos amigos que me ajudaram a alçar voo....Ontem aqui em SP com Turra, Paulineli e Daoud
 Ainda hoje estarei gravando um programa com o Roberto Rodrigues que foi ministro
da agricultura com o Lula.
Gravei um programa aqui em SP com apresentadora Fabélia , programa rural da TV Sucesso, sucursal da Record e estou sendo
convidado para palestrar em Jatai na feira de agro em abril.
Meus amigos, tudo começou com vocês .
Abraços.

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

ACONTECEU EM 17 DE DEZEMBRO DE 1969




A Faculdade de Direito da UFRGS  tinha seu próprio vestibular - Literaturas Portuguesa e Brasileira, Latim, Filosofia, uma lingua estrangeira ( não podia espanhol). As aulas eram sempre na mesma sala, com a mesma turma. Cada ano tinha sua sala. Não havia essa proliferação absurda de faculdades de direito. Nossos mestres eram expoentes em suas áreas.
Nosso paraninfo escolhido faleceu: Ney Messias. Arrasados,decidimos não ter formatura. Colamos grau dia 17 de dezembro de l969 em secretaria. 
Quando estava no 4. ano da faculdade me submetera ao concurso para delegado de Polícia ( na época era possível). Cursei a academia onde fui o primeiro lugar da turma. Exerci o cargo por um ano. 
Meu pai, por motivos que agora não cabe relatar, mas que meus filhos sabem, me fez jurar que, no dia em que me formasse, me exoneraria do cargo.
Fui ter com o General Ibá Ilha Moreira e lhe entreguei meu pedido de exoneração.
Eu tinha sido o orador da turma e ele se surpreendeu.
Fui  inflexível.
E fui advogar. E dois anos depois fiz concurso para juiz.
Deu tudo certo na minha vida.
Foi um puta de um peitaço.
Mas ordens do pai não se discute.

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

PREVIDI LANÇA MAIS UM LIVRO

 

 

É uma pena que ainda não tenhamos em Porto Alegre uma verdadeira Calçada da Fama, no molde da que existe em Hollywood. Nada de estrelinhas de TV, sub-celebridades, só feras. Já imaginou que legal?

O jornalista e escritor José Luiz Prévidi pensou nisso e resolveu lançar a ideia, através da edição de seu 11º livro: “A Porto Alegre Deles – Histórias de Famosos que Passaram por Aqui”.

- Poderia ter escolhido dezenas, centenas de personalidades que moraram na cidade ou que de alguma forma tiveram alguma relação com Porto Alegre. Mas escolhi apenas onze pessoas, que poderiam ser os primeiros dessa Calçada da Fama, mesmo que, em alguns casos, numa homenagem póstuma – explica Prévidi.

Deu um trabalho danado, comenta, porque na maioria dos casos não existe nada documentado e muito menos fotos. “Ainda bem que contei com os amigos, como o pesquisador Marcello Campos. Se não fossem as colaborações o livro não sairia. E alguns lances de sorte, como textos que ‘surgiram’ num momento de desespero”, lembra ele. E completa: E fundamental o apoio da Cia. Zaffari, na pessoa de Airton Zaffari.

Em ordem alfabética, os primeiros nomes da Walk of Fame do Prévidi:

Ancheta, Caetano Veloso, Elke Maravilha, Figueroa, Geraldo José de Almeida, João Gilberto, Noel Rosa, Paulo Coelho, Ray Charles, Richard Gere e Rubem Braga.

- Ótimo que as pessoas estranhem alguns nomes ou mesmo não identifiquem num primeiro momento. Mas todos têm histórias maravilhosas com Porto Alegre. Acreditem!

“A Porto Alegre Deles – Histórias de Famosos que Passaram por Aqui” vai ser lançado no próximo 22 de dezembro, uma segunda, a partir das 18 horas, no Tapa’s Bar (Rua da República, 30 – Cidade Baixa – Porto Alegre).

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

AINDA ZH - MAIL DA PSIQUIATRA E COMUNICADORA LAIS LEGG



 

Prezadíssimo amigo Ruy:

                                         Disseste que ZH “ainda é o melhor jornal que temos”, o que não significa, em absoluto, que é um bom jornal. Lamentavelmente, assistimos, diariamente, a derrocada deste que já foi, sim, um grande jornal. Mas não é mais. A qualidade caiu, o conteúdo também, os erros de português são assombrosos, isso não há como negar. O mundo mudou, a mídia impressa deveria ter acompanhado o passo, mas não o fez.

 

                                         Em tempos de “whatsapp”, “tweeter”, “Facebook”, etc, abrir um jornal, pela manhã, só nos faz constatar que as notícias já estão velhas. Tudo já foi noticiado, o jornal ficou com gosto de “dejà vu”.

 

                                         Acompanhei, dia após dia, a lenta agonia. Quem não lembra dos enormes fardos de jornal na portaria dos prédios, esperando para ser colocado nas portas dos apartamentos? E do entregador montando o jornal de domingo? E o que vemos hoje?  Três ou quatro gatos pingados.

 

                                         No meu prédio, de 24 apartamentos, vejo as assinaturas minguarem mês após mês. Restam apenas três assinantes, sendo dois só para os fins de semana e somente um ainda resiste à assinatura mensal. E me revelou que tentou cancelar a assinatura, mas lhe ofereceram continuar pela metade do preço. Esta é a realidade.

 

Abraços,

Laís Legg

ERNANI POLO NA AGRICULTURA - ACHO QUE É UMA BOA. O HOMEM JÁ TRABALHOU NA ROÇA




  Ernani Polo é anunciado secretário estadual da Agricultura, Pecuária e Agronegócio

Na tarde desta segunda-feira (15) o deputado Ernani Polo (PP), foi anunciado pelo governador eleito José Ivo Sartori Secretário da Agricultura, Pecuária e Agronegócio. O parlamentar, reeleito com 57.427 votos, presidiu a Comissão de Agricultura, Pecuária e Cooperativismo da Assembleia Legislativa de 2011 a 2013, ocasião em que coordenou o projeto "Radiografia da Agropecuária Gaúcha", um levantamento técnico profundo dos últimos 15 anos do setor agropecuário, com dados atualizados sobre as principais tendências da agropecuária do Rio Grande. Como deputado estadual, Ernani desenvolveu diversos projetos de lei voltados ao homem do campo. A defesa do setor primário sempre foi uma prioridade do mandato.

 Para o parlamentar, o convite do governador é um grande desafio: “Será uma honra assumir esta pasta em um setor que tenho forte vinculação, pois desde criança sou ligado ao meio rural, tendo trabalhado na lavoura em propriedade familiar na produção de leite, grãos e suínos. Nesta nova etapa espero contribuir da melhor forma com nosso trabalho a toda população gaúcha. O setor rural sabe que pode contar comigo”, manifestou Ernani Polo.

MUDANÇA DRÁSTICA NA ZERO HORA

Me perdoem alguns queridos amigos que eu sei que vão discordar, mas a ZH ainda é o melhor jornal que temos. É minha opinião.
Só que andava refém de alguns personagens que se esgotaram: ou por lerem pouco, ou por problemas de idade e de saúde, ou por estafa dos metais, como se diz por aí.
Assim ocorre com programas de rádio e TV. O âncora se acomoda, fica com uma clientela saudosista e cativa e, olhem só a ironia, fica cativo da produção; produção essa insatisfatória. E, como sempre tem quem mande uotsappis, inebriam-se com sua falsa audiência.
É nítida a falta, em muitas rádios e TVs, bem como nos jornais, de um Ombudsman.
Zero Hora, tirante o ora defenestrado e o Carpinejar, tem um time razoável de articulistas. E David Coimbra é inteligente e perspicaz. Fica de segundas a sábados.
Então, ficamos assim: vou ligar agora para ZH pedindo que voltem a me entregar o jornal. Dispenso o de domingo. Ou me o mandem sem a última página.

domingo, 14 de dezembro de 2014

PAPA DIZ QUE ANIMAIS TÊM LUGAR NO PARAÍSO

Boa! Talvez os humanos, então, também consigam entrar.
Não esqueçamos que somos animais, mamíferos, implumes, não corremos bem, nossa pele é fraca, matamo-nos uns aos outros , fazemos guerras e, o pior, proclamamos que somos feitos à imagem e semelhança Dele.
Quer dizer, na Natureza somos aqueles emergentes chatos, que têm dinheiro há pouco tempo,só na geração deles, mas que ficam se comportando como se soubessem tocar um instrumento, se dando importância sem nem saber falar direito uma língua. Sem ter um livro em casa.Somos uns bregas espaçosos e malbaratadores da riqueza maior que é a harmonia.
Nosso problema é insistirmos em nos procriar sem responsabilidade e ficarmos amontoados nas cidades. Paramos de considerar que os demais  animais, inclusive cobras, lagartos, feras, todos todos têm direito de viver aqui na Terra. Pela prosaica razão de que nós somos, como os demais, criaturas contingentes.
O Papa não está afirmando que existe céu ou inferno.
Ele dá nos dedos dos humanos prepotentes que extinguem, sem dó nem piedade, espécies inteiras e, num desvario  total, levam essa nossa linda e azul nave, maravilhosa, ao abismo árido e sem volta.
Valeu sr. Francisco, eminente Papa.

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

CELEIRO DE ASES - SÓ ABRA SE FOR COLORADO. PROIBIDO O ACESSO POR GREMISTAS


A COMUNHÃO PATRÃO X EMPREGADOS



A atividade pastoril obriga a uma estreita convivência entre o patrão e os peões, especialmente o capataz.  Os filhos acabam se tornando  companheiros de pequenas lidas e dos folguedos,para depois continuarem profissionalmente.  E entre  eles não há diferenças hierárquicas enquanto adolescentes. E eu sempre disse ao Rudolf:
- não  te " provalece" com os filhos do capataz só porque és meu filho.
Também são de bom alvitre algumas normas consuetudinárias que eu adoto. A casa do  capataz e a dos peões tem de ter conforto. Nunca entro na casa do capataz sem pedir licença. Se a esposa está só na casa, não entro de jeito nenhum. Sempre dou e recebo senhoria  por tratamento. Tens que pagar bem. Do ,contrário não pára ninguém e o pior,precisas do dobro de funcionários.
Eles adoram rodeio. Deixa-os ir e empresta  o caminhão.
Na foto meu neto Matheus brincando com o filho pequeno do capataz, na sala da casa dele.

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

DEU NO SITE NOVA PAUTA DE SANTIAGO

 

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Unistalda: Maristela Gessinger para prefeita?

No último domingo a Pecuária Gessinger recebeu visita de lideranças políticas de Unistalda. Lá estiveram os vereadores Paulo Guerra, Zeca Viana e Regina Maretoli, todos do PMDB, acompanhados do ex-vereador Élcio Cogo e dos líderes comunitários Pesco, Francisco, Claudionor, Luiz Adriano, Geci, Tereza e Floriza. Eles foram debater sobre o futuro de Unistalda com a empreendedora santiaguense Maristela Genro Gessinger, sócia-proprietária da Pecuária Gessinger, pecuarista e assessora jurídica do Tribunal de Justiça. Não foi noticiado mais detalhes sobre o encontro, mas é bem provável que a ideia das lideranças seja a de ter Maristela como candidata a prefeita em 2016.

OMISSÃO DO ESTADO, COVARDIA, POPULAÇÃO REFÉM DE INFRATORES E ARROGANTES

Em primeiro lugar parabenizo  Previdi pela sua post de hoje sobre as estrepolias de ontem, em que as pessoas de bem  foram  covardemente submetidas a torturas.
Leiam em  http://previdi.blogspot.com.br/
........
Falo eu agora aos leigos.
A Humanidade teve que se convencer, milênios atrás, que  faltava um basta para tanta mortandade a pretexto de fazer valer as vontades individuais.  O sujeito se via contrariado, ia lá e matava seu opositor. Vinha a tribo inteira e o linchava.  Firmou-se assim, virtualmente, o Contrato Social, pelo  qual as pessoas abdicavam de seus tacapes, flechas e punhais para delegar ao Estado o monopólio de fazer Justiça.
Ontem o que se viu foi uma horda  trancando ruas e  colocando em risco as vidas de inúmeros cidadãos de  bem. E o Estado nos deixou sós.
Que sorte tive de não estar por lá. Eu arrumava mais uns vinte fortões como eu e dava um laço e abria as ruas no braço, em legítima defesa própria.
O Estado se omitiu. De maneira piegas e criminógena ajoelhou-se e lambeu as sapatilhas dos contraventores.
Triste.
Na próxima não vai ficar assim. Anotem aí.
Menos mal que só faltam poucos dias até  1 de janeiro.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

NOSSA ADORADA ESTÂNCIA EM UNISTALDA -

Minha querida filha Milene, juíza de direito, seu marido e meu neto, passaram o fim de semana  conosco nos sagrados campos de Unistalda.
Algumas imagens da própria felicidade...




domingo, 7 de dezembro de 2014

UMA HONROSA VISITA PARA DONA MARISTELA GENRO GESSINGER NA PECUÁRIA



Hoje nossa família teve a honra de receber uma comitiva muito representativa  do Município de Unistalda. Vieram confabular com a sócia proprietária da Pec.Gessinger, Maristela, santiaguense, pecuarista, assessora jurídica do Tribunal de Justiça.

Compareceram a Vereadora Regina Maretoli ( PMDB), Ver. Paulo Guerra (  PMDB), Ver. Zeca Viana, (  PMDB), ex vereador  Elcio Cogo, mais os lideres comunitários Pesco, Francisco, Claudionor, Luiz Paulo,Luiz Adriano,Geci, Tereza e Floriza.
Foram trocadas idéias  sobre o futuro de Unistalda.

sábado, 6 de dezembro de 2014

AGREGAR- POEMA DE EMANUEL MEDEIROS VIEIRA


                                                                        AGREGAR

                                   

                                                  

 

                                         “Não Matarás”: não basta.

                                         Teu mandamento será este: farás tudo para que o outro viva.

                                         É vero sim o que quero:

                                         não  me importa o estoque de teu capital, Brasil,

                                         mas tua capacidade de: amar

                                                                               lavrar

                                                                               aspirar

                                                                               compreender.

 

                                         Esse estatuto de miséria não é o nosso,

                                         e a tecnologia da última geração não me sacia:

                                         meu coração navegador quer mais.

                                         A Ética – cuspida, debochada, no reino do simulacro,

                                         Virou produto supérfluo porque não tem valor contábil.

 

                                         Tempo dessacralizado e sem utopia:

                                         a esperança é um cavalo cansado?

                                         A aventura acabou no mundo?

                                         Seremos apenas meros grãos de areia na imensa praia global?

                                         Habitantes de um mundo virtual neste mercado sem cara?

                                         Soará pomposo, eu sei:

                                         não deixemos que nos amputem a alma

                                         (e que acolhamos o outro).

                                         Ser gente: não mera massa abúlica, informe, com os olhos colados

                                         no retângulo luminoso de todas as noites.

                                         O tempo é apenas dos alpinistas sociais?

                                         Sou bom porque apareço, não apareço porque sou bom.

 

                                         Na internet,  a solidão é planetária.,

                                         mas do abismo – fragmento – irrompe um menino eterno,

                                         e sentes o cheiro de uma manhã fundadora.

                                         (A Morada do Ser é mais importante que o poder/glória.)

 

                                         E o poema resiste,

                                         singra a eternidade,

                                         despista a morte,

                                         seu estatuto não é mercantil.

 

                                         Já não esqueces o essencial:

                                         Na estrada de pó e de esperança, acolhes o outro.

 

                                         *Este texto obteve o Primeiro Lugar no Concurso Nacional de Poemas,

                                          promovido pela Associação de Cultura Luso-Brasileira, de Juiz de Fora,

                                          Minas Gerais, sendo contemplado com a Medalha de Ouro “Jacy   

                                          Thomaz Ribeiro.”          

                                          O tema do concurso foi “Solidariedade: Por um Mundo Melhor